Desde 1975 levando vida para todos.

Alimento diário


Semana 6 - Friday


SÉRIE: A Ideia Central das Epístolas de Paulo
MENSAGEM 06: A Epístola de Paulo aos Efésios [3] – (Ef 3:17-21)
Leitura bíblica:
Mt 6:9-10; Ef 5:5-23; 6:1-4; Tt 2:11-14
Ler com oração:

Digo e no Senhor testifico que não mais andeis como também andam os gentios, na vaidade dos seus próprios pensamentos (Ef 4:17). Rogo-vos, pois, eu, o prisioneiro no Senhor, que andeis de modo digno da vocação a que fostes chamados (v. 1).


DA VAIDADE À REALIDADE

No capítulo 3 de Efésios, vemos a impactante oração de Paulo para que Cristo faça morada em nossos corações, pela fé, a fim de conhecermos as dimensões de Cristo e o Seu imensurável amor. Porém, para que isso ocorra, necessitamos da graça, que é o próprio Deus dando-se a nós para que O desfrutemos. Essa é uma definição profunda, elevada e, ao mesmo tempo, extremamente prática.
Com exceção do capítulo 5, que não menciona a palavra “graça”, todos os demais capítulos da Epístola aos Efésios falam da graça de Deus. O propósito da graça de Deus, portanto, além de nos salvar, é separar para Si um povo exclusivamente Seu, com Sua vida e natureza, que faça Sua vontade e traga Seu reino para a terra (Mt 6:9-10; Tt 2:11-14).
No capítulo 3, Paulo mostra que, para Deus dispensar o que Ele é e tem, necessita de mordomos ou despenseiros, que são os que administram Suas riquezas e as dispensam a Seus filhos. Os mordomos ajudam-nos a crescer em vida e a conhecer o amor de Cristo. Certamente Paulo era um mordomo assim, por isso orou para que fôssemos fortalecidos interiormente com poder mediante o Espírito a fim de que Cristo fizesse Sua morada em nós e fôssemos tomados de toda a plenitude de Deus.
Nos três últimos capítulos de Efésios, Paulo menciona cinco vezes o verbo “andar”. Primeiramente ele fala de andar de modo digno da vocação, ou chamamento de Deus, onde está implícita a graça (Ef 4:1, 7). Depois fala de andarmos na verdade. Esse andar é, oposto do andar que está registrado no versículo 17, em que Paulo alerta para não vivermos e andarmos como os gentios, isto é, na vaidade dos seus próprios pensamentos. Ele também fala de andarmos em amor e na luz (5:2, 8). Por fim mostra que a maneira de andarmos como sábios é nos encher do Espírito (v. 18). Isso é fundamental para termos um viver normal da igreja, nas reuniões (vs. 19-21), na vida familiar (vs. 22-23; 6:1-4), em nossa vida social e profissional (vs. 5-9) e na luta espiritual a favor do evangelho (vs. 10-20).
Para ter a realidade da vida da igreja precisamos de sabedoria e revelação, além de um andar que deve ser digno da vocação a que fomos chamados. Louvado seja o Senhor porque hoje podemos praticar o livro de Efésios com realidade espiritual!