Desde 1975 levando vida para todos.

Alimento diário


Semana 2 - Friday


SÉRIE: A Ideia Central das Epístolas de Paulo
MENSAGEM 18: Cristo, a imagem do Deus invisível ? (Cl 1:15; 2:2)
Leitura bíblica:
2 Co 4:4, 18; Ef 1:18; 1 Tm 1:17
Ler com oração:

[Cristo] é a imagem do Deus invisível (Cl 1:15a). Não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas (2 Co 4:18).


CRISTO – A IMAGEM DO DEUS INVISÍVEL

Para entendermos melhor o tema desta semana precisamos primeiramente ver sobre o fato de que Deus é invisível conforme está escrito em 1 Timóteo 1:17. O par de olhos físicos que temos nos capacita a ver as coisas materiais, do mundo físico. Espiritualmente, porém, temos outro par de olhos: “Iluminados os olhos do vosso coração” (Ef 1:18). Esse segundo par de olhos, os do nosso entendimento, são os do coração e nos capacitam a ver as coisas invisíveis.
Em 2 Coríntios 4:4 lemos: “Nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus”. Cristo é a imagem do Deus invisível. Nas religiões pagãs há as imagens, os ídolos. Entretanto a imagem do Deus invisível não são esses ídolos. Deus tem somente uma única imagem, que é Cristo.
Deus nos deu olhos espirituais para que possamos ver as coisas pela esfera da fé. Em 2 Coríntios 4:18 lemos: “Não atentando nós nas coisas que se veem, mas nas que se não veem; porque as que se veem são temporais, e as que se não veem são eternas”. A vida cristã não pode ser pautada pela lógica. Temos de usar nossa fé para atentar nas coisas que não se veem com olhos físicos.
Por vezes em nossa caminhada aparece uma “neblina” para dificultar nossa visão à frente e impedir-nos de chegar ao destino. Quando isso acontece, perdemos o foco e a meta. Distraímo-nos e muitas vezes desistimos da viagem. Não podemos desistir! Lembrem-se, quando não vemos com os olhos físicos, vamos abrir os olhos do nosso coração. Hoje, os aviões, por exemplo, podem aterrissar mesmo com neblina, usando recursos de navegação por instrumento. Deus instalou um “instrumento” tremendo em nosso espírito. Graças ao Senhor, podemos ver. Deus é invisível, mas podemos vê-Lo. Podemos tocá-Lo, experimentá-Lo através de Cristo, que é a imagem do Deus invisível!