Desde 1975 levando vida para todos.

Alimento diário


Semana 6 - Friday


SÉRIE: A Ideia Central das Epístolas de Paulo
MENSAGEM 14: Pastorear o rebanho de Deus – (Mt 9:36; 1 Pe 5:1-4)
Leitura bíblica:
Ez 34:1-12; Mt 9:36-38; Jo 15:16; 1 Pe 5:1-2
Ler com oração:

Percorria Jesus todas as cidades e povoados, ensinando nas sinagogas, pregando o evangelho do reino e curando toda sorte de doenças e enfermidades. Vendo ele as multidões, compadeceu-se delas, porque estavam aflitas e exaustas como ovelhas que não têm pastor (Mt 9:35-36). 


DEUS DESEJA QUE CUIDEMOS DAS PESSOAS

Uma ovelha sem pastor fica sem condução, não sabe para onde ir nem o que fazer. Semelhantemente, um novo convertido não sabe o que significa essa nova vida, não entende ainda a Bíblia, não sabe como depender do Senhor para tomar decisões. Ele precisa de condução, precisa de um pastor que o ajude a andar segundo a vontade de Deus.
Muitas pessoas já passaram pelo nosso meio, foram salvas, mas por que não permaneceram? Nós também já perdemos muitas pessoas porque não as pastoreamos (Ez 34:4a). Terminada a reunião, nós vamos para nossas casas e quem é que cuida daquela ovelhinha que acabou de entregar a sua vida, seu futuro para o Senhor? Ela precisa de alguém para ajudá-la no próximo dia, a invocar o nome do Senhor e depender Dele. Precisa de orientação sobre como ler a Bíblia para entendê-la e que livros espirituais seriam importantes ela ler. Por isso uma ovelha precisa de pastor, precisa de segurança para saber aonde ir para não ficar estressada. Nosso grupo familiar precisa ter pastores para cuidar dessas pessoas novas.
As irmãs também podem ser pastoras para conduzir sua vizinha ou amiga para o Senhor. Muitas delas vêm com enfermidades, problemas do passado, problemas espirituais, familiares ou até problemas conjugais. Contudo muitas vezes não estamos dispostos a sair de nossa zona de conforto, de nossa comodidade, então ficamos indiferentes aos problemas das pessoas (Ez 34:1-6). Vamos mudar de postura. Vamos pastorear para não perder o fruto ganho! Vamos ganhar as pessoas, cuidar delas e fazê-las permanecer na vida da igreja (Jo 15:16b).
Muitas pessoas novas precisam de ajuda em oração para serem libertadas de algum problema espiritual, enfermidade, ou algum outro tipo de problema que as oprime; outras precisam que alguém as ajude a buscar o Senhor, pois não conseguem sozinhas. Nós temos de ser sensíveis às necessidades das pessoas.
São muitas as necessidades; muitas ovelhas precisam ser cuidadas, mas os trabalhadores são poucos (Mt 9:37). Você se candidata para ser um desses trabalhadores? Todos nós, as irmãs, os irmãos, podemos nos colocar para assumir a responsabilidade de cuidar das ovelhas. Assim, muitas ovelhas serão cuidadas. E, certamente, este ano será um ano de multiplicação na igreja do Senhor.
Ao cuidar das ovelhas de Deus, devemos almejar a função de pastor, e não a posição de liderança: “Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda coparticipante da glória que há de ser revelada” (1 Pe 5:1). É necessário que nas igrejas haja líderes com essa realidade, e não apenas com o título ou posição.
Sejamos realmente bons pastores dos irmãos, cuidando bem do rebanho de Deus. Não queira ser uma pessoa passiva na igreja, mas uma pessoa proativa, uma pessoa que assume responsabilidades com o povo de Deus. Portanto seja presbítero, seja diácono, o Senhor precisa de você para ser um bom pastor que pastoreia o Seu rebanho, não por constrangimento, não por obrigação, mas espontaneamente e de boa vontade (1 Pe 5:2).